19 de março de 2019

♥ Feliz Dia do Pai - Bolinhos Esquecidos - Miminhos de Oferta ♥

Bom dia amigos do meu  

Tudo bem com vocês? Espero bem que sim 

Hoje é O Dia do Pai ♥ 

Cá em casa não gastamos dinheiro em coisas supérfluas, muito menos nestas datas, em que as lojas têm na montra artigos para celebrar a data e que nos cativa logo com o olhar!!

Costumo, na semana anterior ao dia, a pensar em fazer umas bolachas, biscoitos ou um simples bolinho (sempre com a ajuda da minha cúmplice a minha filhota)! Depois apenas compro um miminho barato e simples, para acrescentar ao bolo e assim complementar a prenda,….


Este ano, para ser diferente 😊 comprei (para o meu pai e para o meu sogro) um perfume, mas não deixei, também, de fazer também uns bolinhos. A receita, vi no grupo que faço parte, Cantinho das Cozinheiras, aqui, receita publicada pela administradora do grupo, a Telma.

Ingredientes:

500 g farinha
500 g açúcar 
6 ovos

Preparação:

Bater os ovos com o açúcar, envolver a farinha e depois num tabuleiro forrado com papel vegetal ir colocando colheradas.
Levar ao forno pré-aquecido a 180 durante uns 10 minutos.

Obs.: Receita transcrita tal e qual a Telma escreveu.

Posso-vos dizer, que são fantásticos, a receita rende bastante e consoante, as colheradas, podem fazer ou mais pequenos, ou maiores.  


E assim, ficou mais uma sugestão fantástica e económica, para oferta, neste caso, especialmente, para o Dia do Pai.



Tenho a certeza, que ambos (pai e sogro vão adorar),...


Beijinhos e continuação de uma boa semana,

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes  

18 de março de 2019

♥ Feira da Louça - 1ª Parceria de 2019 ♥

Bom dia meus amores 
Hoje, não vos trago nenhuma receita, mas sim a partilha da minha 1ª parceria deste ano, "Feira da Louça".
Fiquei super feliz com esta nova parceria. 
Assim, apartir de hoje, o meu blog, “O Meu Refúgio Culinário!”, tem mais uma parceria, "Feira da Louça"

Na minha página de facebook, aqui partilhei um pequeno vídeo, se ainda não tiveram tempo, não deixem de ver, o vídeo que fiz sobre esta parceria, com a empresa Feira da Louça,....

Deixo-vos aqui uma pequena história desta empresa:

"A Feira da Louça iniciou a sua atividade de venda ao público em 1935, dedicando-se nessa altura exclusivamente ao comércio de louça de barro.

Com o passar dos anos, quer os fundadores, quer a geração que se seguiu, souberam acompanhar o evoluir dos tempos e assim aumentar a capacidade de oferta junto dos seus clientes diversificando os produtos comercializados.
Actualmente encontra na nossa loja uma opção variada de artigos de artesanato português e uma infindável gama de utensílios para o lar nos mais diversos materiais como porcelana, faiança, vidro, alumínio, ferro fundido, aço inox, cobre, etc.

Já na 3ª geração e com uma experiência comercial de mais de 75 anos que passou de pais para filhos é nossa preocupação adequar a nossa loja ás necessidades do cliente actual mas nunca esquecendo as características do comércio tradicional.
Venha fazer-nos uma visita e verá um cantinho do nosso Portugal. "


* Tive a oportunidade  de receber *

Uma forma de pão-de-ló de Felgueiras,...


Uma forma de pão-de-ló de Ovar,...


 6 formas para tigeladas de Abrantes,...


  Uma prato para fazer Sericaia,...


São produtos fantásticos e estou super ansiosa para os experimentar!!

Se quizerem adquirir algum produto, da "Feira da Louça", entrem em contacto com eles na página de facebook aqui e já agora, não se esqueçam de fazer like, na página de facebook, da "Feira da Louça".

Obrigada Feira da Louça, pela confiança depositada no meu trabalho, como blogger 

Beijinhos e boa semana,

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes  

https://www.facebook.com/omeurefugioculinario   

14 de março de 2019

♥ Arepas c/ Ovos Mexidos à Moda da Minha Mamã - Desafio Dia da Mulher - Em Homenagem à Minha Mãe ♥

Bom dia amigos do meu 

Tudo bem com vocês? Espero bem que sim J

Quem me segue, sabe que faço parte do grupo Cantinho das Cozinheiras, em que todos os dias 25 de cada mês, temos que fazer uma receita do blog que é sorteado. Para os mais distraídos, que não conhecem o grupo, estão sempre a tempo de entrar e participar nestes desafios,....

Sim, eu sei, que hoje, não é dia 25, no entanto a Telma, a nossa querida administradora, colocou mais um desafio no grupo e eu não poderia recusar 
J

Como a Telma mencionou, no grupo: "este mês de Março vamos homenagear a mulher que admiramos, a nossa mãe, tia, avó, bisavó,....a mulher que vamos amar para toda a vida. Este mês é dedicado a elas. Por isso, vamos ao fundo do baú tirar essas receitas maravilhosas, que as nossas mães e avós guardavam nos caderninhos escritos à mão."

Por isso, este desafio, é fazer as receitas delas e partilhar no grupo e nos nossos cantinhos!!

...


Ao contrário da maioria dos bloggers, nunca tive queda para a cozinha e nem gostava de cozinha. Lembro-me quando era mais nova, que poucas eram as vezes, que andava na cozinha a ajudar a minha mãe. Embora, ela por vezes, dizia-me, para ficar perto dela, para eu aprender e ia-me dizendo e explicando como fazia as coisas. A minha mãe bem tentava, que eu tivesse gosto para cozinhar, mas naquela altura, não era “bem a minha onda”.
Como a minha mãe trabalhava em casa, sempre que eu chegava da escola e mais tarde, até do trabalho, a comida estava sempre pronta. Tanto que era só lavar as mãos, sentar e comer. Daí o interesse para cozinhar, também não ser muito.
Quando casei, aí houve “mesmo necessidade” de ser eu a fazer as coisas e se queríamos comer, alguém tinha que cozinhar obviamente.
Lembro-me que a primeira vez que fiz sopa: coloquei um bocadinho numa panela e fui a casa da minha mãe, toquei à campainha, coloquei em cima do tapete de entrada e fiquei escondida, para ver a reacção dela. Pegou na panela, tirou a tampa e “cheira tão bem”, diz ela,….e eu saí, donde estava escondida e disse, “fiz sopa mamã”,…..lembro-me tão bem,…

Assim que, vi o desafio da Telma, tratei logo de pensar naquela comida, da minha mamã, fez e faz como ninguém,...tinha tantas receitas para partilhar, que acho que este post ficaria longo demais.

Como quase todas as mães, a minha mãe, tem umas mãos de fada e cozinha lindamente! Aos Domingos quase sempre era assado! Nós morávamos no campo, a carne era criada pelos meus pais e tínhamos sempre galos, coelhos, patos e vários legumes para comermos. Adorava quando a minha mãe fazia o arroz de cabidela, a canja, o pato no forno, arroz de frango,……tantas recordações boas que tenho na memória,…..
Ainda hoje sinto uma certa nostalgia, pois agora temos tudo disponível em supermercados, que nem dá-mos conta, como as coisas são até chegar até nós,….

Bem, mas não trago a receita do arroz de cabidela, que a minha mãe faz como ninguém. Trago algo bem diferente, que nada tem a ver e que muitas pessoas começam a falar.

Não é novidade nenhuma que sou Venezuela! Os meus pais estavam na Venezuela, quando se conheceram, mais tarde casaram e depois eu nasci, em Caracas, mais concretamente. Embora haja, muitas comidas da Venezuela, que comemos, hoje em dia, uma das coisas que mais gosto e lembro-me de comer tantas vezes em pequena, são as famosas AREPAS,…..sim arepas, que são, tipo um pão achatado e redondo, feito de farinha de milho pré-cozido, no qual se junta apenas água e sal. 





Venezuelano que é Venezuelano gosta das arepas fritas e com carne “mexada” (carne estufada desfiada), ou ovos mexidos. Hoje em dia, cada um coloca o que quer e hoje em dia, até já temos à nossa disposição, muitas casas, que servem, com tudo e mais alguma coisa.

Mas vamos lá à receita, porque o post, já vai muito longo 😉

Ingredientes:

2 Malgas de Farinha para Arepas 
2 Malgas de Água Quente
1 Colher de Chã de Sal
Queijo, Fiambre, Ovos Mexidos, Carne, para rechear!

Preparação:

Colocar uma caneca de água com 1 colher de sal no micro-ondas para aquecer uns 2 minutos, não é necessário ferver.
De seguida colocar numa bacia a água e a farinha. Com as mãos, ir mexendo até obter a massa sem colar às mãos. Depois numa sertã/frigideira, colocar um bocadinho de óleo e levar ao fogão. Assim que estiver quente, fritar as arepas, até ficarem douradinhas, em ambas as partes. rechear a gosto, ovos mexidos, queijo, fiambre, manteiga ou carne mexada.

* Passo-a-passo *

Fazer bolinhas e espalmar. 
Podem fazer bolinhas mais pequenas, ou maiores e a arepa mais grossinha. 
Eu como fiz na Terça e era dia de semana, fiz algumas pequenas e outras maiores, como vos amostro em infra, na foto!!


Numa frigideira/sertã, fritar (eu fiz na FussionCook), até ficar douradinhas dos dois lados.


Colocar num prato, por cima de papel absorvente, para retirar o excesso de óleo,...


Desta vez, apenas fiz com ovos mexidos, apenas com sal,...mas normalmente eu faço com ovos mexidos e bocadinhos de queijo e fiambre e/ou também se tivermos bifinhos ou outra carne podemos fazer um refogado, colocar temperos a gosto e colocar a carne a "estufar" um pouquinho. Chama-se carne "mechada" !!


           Depois é só cortar ao meio (tipo uma sande) e rechear a gosto.


Esta foi a embalagem de Farinha para Arepas, que usei (há no Intermaché, no Jumbo, há no Froys e no Continente, mas há, às vezes). Eu desta vez, apenas encontrei numa padaria, aqui próximo do meu local de trabalho, em que os donos são Venezuelanos,...


Até ao próximo desafio,...





Espero que tenham gostado,...

Beijinhos e continuação de uma boa semana,

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes  


11 de março de 2019

♥ Salmão Assado, Acompanhado p/ Batatas e Ovos Cozidos - FussionCook, FC7Smart e Tampa de Forno ♥

Bom dia meus amores  

Tudo bem com vocês? Espero bem que sim!! 

Tenho andado tão cansada e chego a casa de rastos, que a minha vontade para cozinhar, é pouca ou nenhuma. No entanto, o pessoal cá de casa, tem que comer e sinto que não me posso descurar na alimentação deles.

É aqui, que entram, as minhas FussionCooks, com a ajuda delas, o jantar faz-se rapidamente e ainda me sobra tempo para descansar,...


FussionCook:

Ingredientes:

6 Batatas Pequenas
3 Ovos
Água 
Sal q.b.

Preparação: 

Colocar na cuba da FC as batatas e os ovos. Cobrir com água e temperar com sal a gosto. Sem colocar a tampa, seleccionar o programa Batatas.

FC7Smart:

Ingredientes:

3 Postas de Salmão 
Sal q.b.
Salsa Moída

Preparação:

Colocar na cuba da FC7Smart o azeite. Deitar as postas de salmão em cima do azeite, previamente temperados. Colocar a tampa e selecionar Menu-Freir 10 minutos, com a válvula fechada. Quando acabar o tempo, retirar a tampa, virar as postas de salmão e colocar a tampa de forno. Programar 10 minutos a 200º, assim que acabar retirar a tampa, virar as postas de salmão e colocar a tampa novamente e seleccionar, mais 10 minutos a 200º. Se preferir mais tostadinho, colocar mais tempo.


         Ficou fantástico,...




Uma refeição super saudável,...


Porque comer peixinho é bom e sabe bem,...


Se quizeres comprar uma FC, entra em contacto comigo,...

Espero que tenham gostado,....

Beijinhos,.....

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes  



7 de março de 2019

♥ Doce de Carnaval Italiano - Taralli Dolce Al Naspro ♥

Bom dia amigos do meu 

Tudo bem com vocês? Espero bem que sim J

Quem me segue, sabe que faço parte do grupo Cantinho das Cozinheiras, em que todos os dias 25 de cada mês, temos que fazer uma receita do blog que é sorteado. Para os mais distraídos, que não conhecem o grupo, estão sempre a tempo de entrar e participar nestes desafios,....

Sim, eu sei, que hoje, não é dia 25, no entanto a Telma, a nossa querida administradora, colocou mais um desafio no grupo e eu não poderia recusar 
J

Este ano iremos ter um desafio, para ficarmos a conhecer novos pratos internacionais e portugueses também. O desafio consiste, em pôr-nos à prova e também tentar criar receitas de outros países e iremos ter um tema por cada desafio, não irá ser sempre o mesmo tema. 

E como, a Telma desafiou-nos, no final do mês de Janeiro e o Carnaval estava à porta, nada melhor que começar com estes festejos, com o CARNAVAL.

O Carnaval, nasceu em Roma - Itália e assim sendo, a Telma sugeriu que o tema do primeiro desafio fosse - DOCES TRADICIONAIS DE CARNAVAL ITALIANOS.

Mas se pensam que a Telma facilitou, estão bastante enganados, pois ela fez uma lista dos doces mais conhecidos e para decidirmos um, entre os seguintes: 


🎉 Chiacchiere
🎉 Pignolata
🎉 Nocatole
🎉 Taralli al naspro


E assim que vi a lista e pesquisei na net algumas receitas, fiquei tão baralhada, mas tão baralhada, que deixei o desafio mesmo até à última. 

1º porque a maioria dos doces, são fritos e aqui em casa, é muito raro comermos fritos; 
2º porque os italianos, têm estes doces, mas feitos de várias maneiras, doces, salgados, fritos e no forno; 
3º porque aparecem imensas receitas e quase todas com os mesmo ingredientes e apenas diferem nas quantidades. 
Cheguei ao ponto, que estive mesmo quase, quase para desistir, mas faltando apenas 3 dias e vendo algumas participações, de outras meninas no grupo, decidi meter mãos na massa e fazer também,...
O doce que escolhi foi o Taralli 😉 e a receita em que me inspirei foi daqui.

Tal como a autora do blog, nos diz "a preparação desses bolinhos é tradicional nas regiões do sul, como Campania, Puglia, Calábria, Basilicata e Sicília.
A origem do termo é incerta. A tese mais confiável é que deriva da etimologia grega "daratos" (tipo de pão), mas alguns partidários vêm do latim "torrère" (para brindar) e os do "alcatrão" italiano (para embrulhar).
A receita nasceu salgada, só então foi enriquecida pela versão doce."


Ingredientes para os taralli:

400g de Farinha
120g de Açúcar
50g de Azeite extra-virgem
50g de Anis
2 Ovos
1 Ponta de Creme de Tártaro (não puz)
1 Ponta de Bicarbonato (não puz)
Casca de Limão Ralado
Casca de Laranja Ralada

Preparação:

Despeje a farinha no planetário, o açúcar e todos os outros ingredientes.
Comece a amassar até obter uma mistura firme mas macia. Adicione uma gota de leite se for muito difícil.
Deixe descansar por 30 minutos coberto.
Formar pequenas alças de cerca de 10 cm, unir as extremidades formando um anel.
Coloque-os na assadeira coberta com papel manteiga e cozinhe a 160 ° C por 10-12 minutos com um forno de convecção.
Quando os taralli estiverem resfriados, pincele-os com a cobertura.

Ingredientes para o glacê:

1 Clara de Ovo
120g de Açúcar Refinado * 
Gotas de Limão

As proporções do esmalte são 1: 4 
Peso de 1 clara de ovo x 4 (peso de açúcar em pó).
Bata a clara de ovo, adicione o açúcar granulado e algumas gotas de limão.

*   Com o açúcar granulado será um esmalte mais grosso, se você preferir a cobertura fina, o açúcar em pó é melhor.

Obs.: As minhas únicas alterações, foram: amassar na MFP (Máquina de pão), não coloquei o creme de tártaro, nem o bicarbonato, porque não tinha em casa e em relação à cobertura, coloquei chocolate (meia barra de chocolate de culinária, derretida no micro-ondas) e raspas de chocolate rosas (que comprei no Aldi).

Ficaram bem fofos,...



E bem gulosos,...


Provados e aprovados,...



Uma receita a repetir certamente,...


 Telma espero que tenhas gostado, desta minha versão,....
e até ao próximo desafio!!


Espero que tenham gostado,....

Beijinhos,.....

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes