5 de março de 2018

♥ Arepas - " Comidas da Mamã com,.... " - Rubrica da Inês ♥


Bom dia amigos do meu 

Tudo bem com vocês? Espero bem que sim J

Hoje, partilho com vocês, uma receita que para mim tem muito significado e que está no post de hoje, da nossa querida Inês, do blog O Diário da Inês, que podem visitar aqui!! 

Se ainda não perceberam, do que se trata, podem começar a ler o texto em infra,....e já irão perceber tudo. No entanto, chamo a vossa atenção, para visitar o blog O Diário da Inês aqui, para verem tudo em pormenor!!


" Fiquei super feliz e entusiasmada, quando fui convidada pela minha querida Inês, mentora do blogue O diário da Inês, a participar na sua rubrica “Comidas da mamã com...”. 
Desde já, um agradecimento especial à Inês, pelo convite,….


Ao contrário da maioria dos bloggers, nunca tive queda para a cozinha e nem gostava de cozinha. Lembro-me quando era mais nova, que poucas eram as vezes, que andava na cozinha a ajudar a minha mãe. Embora, ela por vezes, dizia-me, para ficar perto dela, para eu aprender e ia-me dizendo e explicando como fazia as coisas. A minha mãe bem tentava, que eu tivesse gosto para cozinhar, mas naquela altura, não era “bem a minha onda”.
Como a minha mãe trabalhava em casa, sempre que eu chegava da escola e mais tarde, até do trabalho, a comida estava sempre pronta. Tanto que era só lavar as mãos, sentar e comer. Daí o interesse para cozinhar, também não ser muito.
Quando casei, aí houve “mesmo necessidade” de ser eu a fazer as coisas e se queríamos comer, alguém tinha que cozinhar obviamente.
Lembro-me que a primeira vez que fiz sopa: coloquei um bocadinho numa panela e fui a casa da minha mãe, toquei à campainha, coloquei em cima do tapete de entrada e fiquei escondida, para ver a reacção dela. Pegou na panela, tirou a tampa e “cheira tão bem”, diz ela,….e eu saí, donde estava escondida e disse, “fiz sopa mamã”,…..lembro-me tão bem,…

Assim que recebi o convite da Inês, tratei logo de pensar aquela comida da minha mamã. Tinha tantas receitas para partilhar, que acho que este post ficaria longo demais.
Como quase todas as mães, a minha mãe, tem umas mãos de fada e cozinha lindamente! Aos Domingos quase sempre era assado! Nós morávamos no campo, a carne era criada pelos meus pais e tínhamos sempre galos, coelhos, patos e vários legumes para comermos. Adorava quando a minha mãe fazia o arroz de cabidela, a canja, o pato no forno, arroz de frango,……tantas recordações boas que tenho na memória,…..
Ainda hoje sinto uma certa nostalgia, pois agora temos tudo disponível em supermercados, que nem dámos conta, como as coisas são até chegar até nós,….

Bem, mas não trago a receita do arroz de cabidela, que a minha mãe faz como ninguém. Trago algo bem diferente, que nada tem a ver e que muitas pessoas começam a falar.
Não é novidade nenhuma que sou Venezuela! Os meus pais estavam na Venezuela, quando se conheceram, mais tarde casaram e depois eu nasci, em Caracas, mais concretamente. Embora haja, muitas comidas da Venezuela, que comemos, hoje em dia, uma das coisas que mais gosto e lembro-me de comer tantas vezes em pequena, são as famosas AREPAS,…..sim arepas, que são, tipo um pão achatado e redondo, feito de farinha de milho pré-cozido, no qual se junta apenas água e sal. 




Venezuelano que é Venezuelano gosta das arepas fritas e com carne “mexada” (carne estufada desfiada), ou ovos mexidos. Hoje em dia, cada um coloca o que quer e hoje em dia, até já temos à nossa disposição, muitas casas, que servem, com tudo e mais alguma coisa.
Mas vamos lá à receita, porque o post, já vai muito longo,…

Ingredientes:

1 Embalagem de Farinha para Arepas 
Água
Sal
Queijo
Fiambre
Ovos
Carne

Preparação:

Normalmente a minha mãe faz a olho, mas tb podem seguir as instruções da embalagem.

Colocar uma caneca de água com 1colher de sal no micro-ondas para aquecer uns 2minutos, não é necessário ferver.
De seguida colocar numa bacia a água e farinha até obter a massa sem colar às mãos.








Fazer bolinhas e espalmar.







Numa frigideira fritar até ficar douradinhas dos dois lados.

Depois é só cortar ao meio (tipo uma sande) e rechear a gosto.








Normalmente eu faço com ovos mexidos e bocadinhos de queijo e fiambre e/ou tb se tivermos bifinhos ou outra carne podemos fazer um refogado, colocar temperos a gosto e colocar a carne a "estufar" um pouquinho. Chama-se carne "mechada" !!




Apreciem...




Esta foi a embalagem de Farinha para Arepas, que usei (há no Intermaché, no Jumbo há às vezes e há também no Froys).



Espero que tenham gostado,...

Beijinhos e boa semana,

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes  



20 comentários:

O Pecado Mora Em Casa disse...

Adoro arepas!
Adorei o texto, comidas com conforto...tão bom!!!
Beijinhos.
http://www.opecadomoraemcasa.pt/

cozinha100segredos disse...

Os meus pais também criavam gado, porcos e galinhas. Matava-se porco com alguma frequência e conservava-se tudo à moda antiga. Embora nunca tenha gostado particularmente dessas lides (sempre disse que não queria casar com um vaqueiro... e não casei!), de volta e meia até me dá algumas saudades. Ao contrário de ti sempre tive o bichinho pela cozinha, a minha mãe cozinhava tudo em casa, nem o pão de comprava, e eu adorava meter o bedelho em tudo. E quando ela não deixava eu vingava-me sabotando o trabalho dela! Não me orgulho, não, mas até tinha alguma graça!! Sou daquelas pessoas que acha que não há comida melhor que a das nossas mães! Essas arepas são o tipo de petisco que eu adoraria comer num domingo à noite! Uma refeição descontraída e diferente, tal como eu gosto ao fim de semana! Gosto destas receitas que nos levam a viajar para outras paragens! Mesmo que ao início não tenhas tido interesse pela cozinha, tenho a certeza que a tua mãe agora estará muito orgulhosa da cozinheira em que te tornaste! Beijinhos

Mariazita disse...

Olá, Mary
Venho do blog da Inês, onde vi e copiei a receita de Arepa, que não conhecia.
Gostei imenso da "sua história".
Voltarei com mais tempo para ver receitas (a do post anterior deve ser deliciosa...) porque tenho uma MFP e as receitas não são muitas. Interessam-me principalmente receitas que não levem farinha de trigo, pois o médico aconselhou-me a não o comer...
Foi até por esse motivo que comprei a MFP, já que o pão sem trigo que se encontra à venda não presta para nada! (na minha opinião...)
Até breve.
Ah! Fiz-me sua seguidora. Se quiser seguir-me, esteja à vontade.

Votos de uma boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Natercia Ramalho disse...

Adorei a tua receita embora não conheça mas gosto de ver quem faz e parece muito bem feito ao contrário de uma nora que eu tenho e viveu 6 anos no México e não sabe fazer uma comida Mexicana mas em fim é a vida e eu não posso censurar por isso...um beijinho e uma boa semana.

Marlene Teixeira disse...

Oh...gostei bastante de ler um pouco da tua história! :)

Arepas nunca comi, mas tenho de dizer que já há algum tempo que a curiosidade vem aumentando. Devem ser deliciosas! :)

Beijinhos*

marta henriques disse...

Olá querida!
Nunca provei mas parece ser delicioso!
Obrigado <3

pimentamaisdoce.blogspot.pt

A Paixão da Isa disse...

so comi duas vezes e tb ando para fazer mas ainda nao tive coragem ehhe as tuas estam mt bonitas ja comia duas hummm bjs

Prata da casa disse...

Achei a receita muito interessante, embora nunca tenha provado.
Bjn
Márcia

Bruna Rico disse...

Opá, tenho de experimentar esta comidinha :) ficaram com um aspeto tão guloso... e eu aqui com fome!!!
Sabes que já tinha visto num canal do youtube uma senhora, também venezuelana, a fazer arepas... ela cozinhou-as no forno, funciona da mesma forma?
Por aqui sempre vivemos no campo, e ainda vivemos, por isso sei bem o que é ter coisas caseirinhas... não tem mesmo comparação ;)
Beijinhos
http://acucarsal.blogspot.pt/

Cozinha Caseira disse...

Que bom aspeto. Nunca comi, mas estão com as delicioso. Parabéns, beijinhos

Camila Faria disse...

Bom demais! Eu comi arepas na Venezuela e elas são realmente deliciosas. Desejei, viu?

Kique disse...

Hummm deve ser bom com esse aspecto
Bjs
https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

Andréa Santana disse...

Olá, minha querida!
Parabéns pela postagem você a querida Inês são demais!
Receita nota 10!

Beijos ♥

Inês disse...

Mary, mais uma vez obrigada por teres aceite participar na minha rubrica e por teres feito uma partilha de algo que gosto muito! :) Beijinhos
--
O diário da Inês | Facebook | Instagram

Larissa Santos disse...

Bom dia. Já ouvi, mas nunca comi. Vou anotar a receita. Obrigada :))

Hoje: - {Poetizando e encantando} ...Promessas
.
Bjos
Votos de uma feliz Terça-Feira.

Dizinha na Cozinha disse...

Comidinha da mamã é sempre especial :)
Estas arepas ficaram com um aspeto maravilhoso :)

Adita Donaire disse...

Te han quedado muy ricas, besos

Joana disse...

Ficaram lindas as tuas arepas!
Não encontrei essa farinha quando fiz as minhas, tenho que procurar!
Um beijinho

piteis da dinha disse...

Oi Mary, bt!
Eu não conheço essa farinha, acho que por aqui não tem. Suas arepas ficaram lindinhas e eu adoraria experimentar.
Bjsssssss amiga

ابوشوفي حافظ disse...

شركة تركيب كهرباء بالدمام