13 de abril de 2017

♥ Um Final de Ano Diferente ♥

Bom dia meus queridos  

Tudo bem com vocês? Espero bem que sim 😊

Antes demais, quero agradecer as vossas palavras de carinho, em relação ao post anterior,...

Se o Natal, foi passado no conforto do lar, em paz e sossego, como partilhei com vocês no post anterior, o Ano Novo, não foi diferente. 

Recuperada da gripe que tive no Natal, fiz para a nossa passagem de ano, os tradicionais sonhos, rabanadas, Aletria, pão-de-ló e comprei apenas o Bolo Rei e uns docinhos (sortido que é o que chamamos aqui),….a refeição da noite de fim de ano e a pedido da filhota, foi lasanha, que podem ver a receita aqui

Estivemos em paz, em sossego, apenas nós os três, assim como no Natal. Sem chatices, sem confusões e aqueles olhos a fixar-nos do que comemos, se repetimos (se lerem o post anterior, irão perceber melhor o que vos digo),...

Deixo-vos aqui, os doces que fiz, para a nossa passagem de ano      


                 Rabanadas, receita da minha mamã, que podem ver aqui,....     




                                        Sortido diverso de compra,...




Bolo Rei de compra,....




Pão-de-ló também feito por mim,....a receita está aqui,...


    
E esqueci-me de tirar as fotos à lasanha, que foi o nosso jantar e almoço do dia de Ano Novo,.....mas estava fantástica e deliciosa!!

Espero que tenham gostado,....


Beijinhos,.....

Agora também me podem seguir no instagram!


Façam o like na minha página, ficarei muito feliz e queria muito ter os vossos likes  




8 comentários:

cozinha100segredos disse...

Como te contei no comentário anterior, os meus sogros vieram cá passar o ano novo e foi o que foi. Vocês passaram sozinhos, mas já diz o velho ditado, antes sozinho que mal acompanhado. Mesmo que seja mais triste, pelo menos é genuíno. Sabes, as pessoas dizem para não fazermos fretes pois casámos com o marido, não foi com os pais dele. Mas as coisas não são assim tão simples. Automaticamente ao casarmos com o marido estamos a deixar entrar também a família dele na nossa vida. A menos que os sogros vivam numa ponta do país e nós na outra! Mas no meu caso por exemplo eles vivem a 5 minutos, por mais que eu me tente distanciar deles há sempre coisas que não permitem um total distanciamento. Costumo dizer que mesmo sem eles virem cá a casa conseguem interferir tão negativamente na nossa vida. São como os teus, não podem ver nada de novo cá em casa. Ficam com uma dor de cotovelo que nunca mais acaba. Recentemente eu e o meu marido remodelámos a cozinha de "guerra". Depois do incêndio que lá tivemos tinha ficado inutilizada. Este fim de ano metemos mãos à obra e aos poucos depois do trabalho fomos remodelando tudo. Terminámos estes dias e assim que ela soube veio logo cá meter o bedelho sem ser convidada. Pois mal entrou começou logo a criticar a cor dos móveis, a perguntar para que é que eu queria uma cozinha e um fogão tão grandes, porque motivo não tinha comprado um frigorífico com congelador, porquê isto, porquê aquilo. Obviamente ela achou a cozinha linda, ficou foi cheia de inveja. Coisa que eu não consigo compreender, ela devia era ficar feliz por nós. Não fez um único elogio, desdenhou tudo. O ano passado, como em todos os anos, eu fiz um bolo pelo aniversário dela e fomos lá com o meninos cantar os parabéns. Eles estavam a almoçar e nem perguntaram se queríamos comer também. Quando foi o meu aniversário nem um telefonema me fizeram a desejar os parabéns. Depois souberam que tínhamos ido jantar com os meus pais e fizeram um escândalo! Já não é a primeira vez, e até já nos chegaram a seguir para ver para onde íamos. Dá para acreditar? Eu já estou habituada a estas cenas mas custa sempre. Hoje estamos a fazer 10 anos de casados. O meu marido pediu para ela ficar com os dois miúdos de hoje para amanhã (o outro já está em casa dos meus pais há uns dias a passar férias) para podermos ir jantar fora. Recusou logo. Vamos passar em casa, a 4. Eles fazem mesmo questão de criar problemas. E parece que têm gosto em ver-nos tristes. Nada me tira da cabeça que eles fazem de propósito para ver se nos separamos. Ainda não conseguiram mas se não fosse pela relação sólida que temos acho que já o teriam conseguido há muito. Enfim, mais uma vez acabei por falar dos meus problemas. Seja como for Mary, tenta viver as épocas festivas da forma que mais desejares. O importante é haver serenidade e amor e isso tenho a certeza que não faltou na vossa consoada e ano novo. Beijinho grande

Andréa Santana disse...

Hello, querida Mary!
Nada melhor do que um dia após o outro amiga!
Quantas delícias, vc arrasa sempre!

Beijos ♥

The Brunette's Tofu disse...

Mas o que é istooooo? Só coisas boas :D Obrigada!!
Beijinho

thebrunettetofu.blogspot.pt

Mrs. Margot disse...

Eu faço umas rabanadas ao vinho do porto que são de ir aos céus :)

Às vezes mais vale poucos à mesa, mas com o espírito certo. Quem na nossa vida não acrescenta, não faz falta.

MRS. MARGOT

Carla Marques da Silva disse...

Tão bom Mary! Fiquei de água na boca :)

Sempre tudo tão delicioso e fantástico! Umas verdadeiras mãos de fada :)

Beijinhos grandes!
https://demantanosofa.blogspot.pt/

Anabela de Assunção disse...

só lambetas...
bjinhos fofos e gulosos, apareça no http://pratosdabela.blogspot.com

Nay Bianchi disse...

Nossa quanta delícia!!!
Parece que tem mãos de fada hein?!
Ainda bem que não tem foto da lasanha para me deixar com vontade! Hehehhe

http://pugeme.blogspot.com.br/
Bjoos!

Histórias e Aromas disse...

:) Estive a ler o teu post anterior.
Devemos partilhar estes momentos com quem realmente nos faz bem.
Sem termos de justificar o que quer que seja!

Esses pratinhos estão uma delicia! Fiquei a babar :D
Uma beijoca!!